Aplicativo Caixa Tem: Veja como instalar app e contratar empréstimos de até R$1.000,00

  

Foto: Reprodução
A Caixa Econômica Federal lançou duas linhas de crédito através do Caixa Tem, aplicativo da instituição.  

Os clientes poderão ter acesso aos empréstimo com valores de R$ 300 a R$ 1 mil, sendo disponibilizada uma quantia pré-aprovada. O pagamento do empréstimo pode ser parcelado em 18 a 24 meses.

A Caixa informou que tem a expectativa de que 100 milhões de pessoas tenham acesso às linhas de crédito. Além disso, a instituição disponibiliza a contratação dos empréstimos para pessoas em situação de vulnerabilidade financeira.

Segundo a Caixa Econômica, o cliente deverá atualizar o aplicativo para que a opção do crédito seja disponibilizada, transformando a conta Poupança Social Digital Caixa em Poupança Digital+.

Além disso, a estatal informou que as liberações ocorrerão de forma escalonada, de acordo com o mês de nascimento de cada cidadão. Ademais, a opção de empréstimo não é permitida para negativados ou segurados do Bolsa Família.

O procedimento será realizado totalmente pelo Caixa Tem, sem a necessidade de o interessado comparecer em uma agência da Caixa Econômica. O serviço será concedido com as taxas mais baixas do mercado de empréstimos.

Com isso, a instituição garante que a medida deve beneficiar os cidadãos de baixa renda e movimentar a economia do país. O Caixa Tem foi para muitos o primeiro acesso ao mercado financeiro.

A novidade oferece empréstimos de R$ 300 a R$ 1 mil, através do aplicativo Caixa Tem. A taxa de juros é de 3,99% ao mês, com pagamento em até 24 vezes.

Para os interessados que já são correntistas do aplicativo, a atualização cadastral e a solicitação do crédito estarão disponíveis de forma gradativa, conforme o mês de aniversário do cidadão. O pedido pode ser aprovado em até 10 dias.

Já os cidadãos que ainda não possuem uma conta poupança social digital, poderá se cadastrar no aplicativo a partir do dia 8 de novembro, também seguindo a liberação conforme o mês de nascimento de cada um.


 

Comentários